Voltar

Restaurante onde o cliente cozinha: vale a pena apostar em um?

Existem diversos tipos restaurantes com ideias diferentes por aí, sendo o restaurante onde o cliente cozinha um deles. A ideia pode causar um pouco de estranheza em quem está pensando em empreender nesse meio ou mesmo quem já tem seu estabelecimento, mas será que não seria interessante investir nela?

Criamos esse post para que você possa entender um pouco mais sobre o assunto e tirar suas conclusões.

Veja a seguir.

Como funciona um restaurante onde o cliente cozinha?

Como o próprio “termo” sugere, um restaurante onde o cliente cozinha funciona justamente permitindo que os clientes interessados possam se aventurar cozinhando.

Mas, calma: isso não significa que o que chegará à mesa dos demais clientes é o que sair dessa experiência. Muito pelo contrário: seu chef continuará trabalhando normalmente, inclusive não existe nenhum restaurante no mundo que tenha a cozinha formada por clientes o tempo todo (pelo menos não encontramos em nossas pesquisas).

A ideia, aqui, é bem mais simples que isso: permitir que, em dias e horários específicos, o cliente possa ter a experiência de “ser chef por um dia” e cozinhar para um número específico de convidados. A equipe do seu restaurante, enquanto isso, se mantem a postos para ajudar no que for preciso, inclusive seu chef.

Bacana não é mesmo? Uma forma simples e poderosa de atrair e fidelizar os clientes sem atrapalhar sua operação.

Montar um restaurante onde o cliente cozinha, e que seja focado somente nisso, de fato pode não ser a melhor das ideias por causa de inúmeros fatores. Mas estude fazer esse tipo de ação em seu estabelecimento e observe o resultado obtido.

Como fazer isso?

Escolha um dia e um horário nos quais a casa tenha menor movimento, elabore o evento e divulgue-o: informe que o cliente poderá cozinhar para seus convidados com o acompanhamento do chef, escolhendo uma receita própria ou não. Dando certo, pode ser a ação perfeita para ser realizada todo mês, por exemplo.

Outras ideias para aproximar os clientes da sua cozinha

Você ainda não tirou seu negócio do papel, mas acredita que um restaurante onde o cliente cozinha não é uma boa ideia?

Então aposte em outras maneiras de aproximar seus clientes do seu processo de produção, como trabalhar com uma cozinha em conceito aberto. A proposta central desse tipo de cozinha é justamente permitir que as pessoas possam ver os pratos sendo produzidos e sua equipe trabalhando, elevando ainda mais o nível de confiança em relação ao serviço prestado.

Há ainda os restaurantes, como os japoneses, nos quais os clientes se sentam ao redor da ilha ou chapa na qual a refeição é feita, criando uma experiência ainda mais intimista. Outra solução, que também já está no mercado, é instalar câmeras filmando a cozinha.

Mas, independente do que seja escolhido, uma coisa é certa: a experiência do cliente deve vir em primeiro lugar, e a transparência que você deve transmitir também.

Gostou de conhecer mais sobre esse assunto?

Continue acompanhando nosso blog para ler mais conteúdos como esse.