Voltar

Pensando em abrir um restaurante vegano? Confira algumas dicas a respeito

Abrir um restaurante vegano pode parecer arriscado para muitos empresários, mas já há algum tempo que o mercado vem se mostrado favorável a esse tipo de estabelecimento, e se a sua decisão é empreender nesse nicho, fez a escolha certa. Mas, como em qualquer outro caso, é preciso seguir algumas dicas e se atentar a alguns detalhes para que tudo dê certo, como falaremos a seguir.

Para dicas mais abrangentes sobre empreender no setor da alimentação, confira nosso post Como montar um restaurante de sucesso: o passo a passo definitivo.

O que saber antes de abrir um restaurante vegano

Público em crescimento e com um bom poder aquisitivo. Esses dois pontos sem dúvidas são animadores, mas não devem ser os únicos a serem levados em consideração na hora de abrir um restaurante vegano.

Aliás, eis a principal informação que não deve ser ignorada: veganismo é diferente de vegetarianismo. Enquanto o segundo se priva somente das carnes, o primeiro evita todo e qualquer produto que tenha origem animal, sendo industrializado ou não.

Na hora de abrir um restaurante vegano não se esqueça desse detalhe, pois ele deve estar em simplesmente tudo. Ao escolher seu cardápio para restaurante, por exemplo, evite o couro sintético para não remeter ao de origem animal e correr o risco de deixar os clientes desconfortáveis.

Conheça mais algumas dicas:

MOSTRE PARA O SEU PÚBLICO QUE VOCÊ SE IMPORTA

O simples fato de abrir um restaurante vegano já irá encantar muitas pessoas, afinal esse tipo de estabelecimento ainda existe em poucas unidades, mas imagine a satisfação de seus clientes ao saberem que você não busca apenas lucrar, mas também se comprometer com esse movimento.

Não que você precise necessariamente se tornar vegano, mas busque estudar sobre o assunto, conversar com seus clientes a respeito, contratar uma equipe que seja adepta dessa escolha ou a conheça e, como citamos acima, trabalhe o veganismo em todos os detalhes. Lembre-se que ele também preza pela sustentabilidade, sendo uma ótima ideia trabalhar produtos orgânicos de produtores locais ou ter seu próprio espaço de plantio.

ABUSE DA CRIATIVIDADE NO CARDÁPIO

Nem só de saladas e pratos “mais do mesmo” vivem os adeptos do veganismo. Muito pelo contrário: eles buscam sabor e criatividade nos estabelecimentos que frequentam, sendo fundamental que você inove caso não queira perder espaço no mercado com o surgimento de outros restaurantes.

Se possível, tenha em sua cozinha somente pessoas veganas ou especialistas nesse tipo de culinária, o que irá ajudar bastante na hora de trabalhar a criação de cardápio.

FAÇA COM QUE SEU RESTAURANTE SEJA REFERÊNCIA

Para isso, vá além de simplesmente servir comida e trabalhe seu espaço como um ponto onde é possível aprender cada vez mais sobre o veganismo e disseminar o movimento para outras pessoas. Mantenha seu restaurante e seu cardápio receptivos para toda e qualquer pessoa, e sua equipe preparada para explicar os conceitos de cada prato ou detalhe que você idealizou e colocou em prática, como a parceria com produtores locais.

Sempre que possível promova cursos, degustações ou outros pequenos eventos que ajudarão seu espaço a virar referência e atrair mais clientes.

Você já possui um estabelecimento e está pensando em abrir um voltado para esse movimento, mas possui dúvidas sobre dar certo ou não? Comece devagar, incluindo pratos específicos no menu e trabalhando as dicas acima para sentir a receptividade do público, o que certamente irá te ajudar a começar esse novo negócio com mais segurança e menos dúvidas.

Lembre-se que abrir um restaurante vegano vai muito além de alimentar pessoas e já terá dado um importante passo rumo ao sucesso.