Voltar

O que é a estrela Michelin? Vale a pena ter uma?

Quem busca saber como montar um restaurante de sucesso certamente não pensa em medir esforços para que o empreendimento realmente ultrapasse as expectativas de todos, e é nesse momento que busca saber o que é a estrela Michelin e como obtê-la para o novo estabelecimento. Esse também é o seu caso? Se sim, continue conosco até o final desse post para entender mais sobre o assunto e descobrir se de fato vale a pena se preocupar com ele.

Confira abaixo.

O que é a estrela Michelin?

Antes de saber o que é a estrela Michelin é preciso saber o objetivo do Guia Michelin em si.

Ele nasceu na França em 1900 idealizado por André Michelin, fundador da famosa marca de pneus, como uma forma de promover o turismo sobre 4 rodas e, com isso, fazer com que seus produtos e os automóveis como um todo se tornassem mais populares.

Existem, ao todo, 4 guias, separados da seguinte forma:

  • Guia Prático: em uma versão de bolso, contem dicas sobre cidades diversas;
  • Guia Verde: indica patrimônios históricos e arquitetônicos;
  • Guia Gourmand: dá dicas de restaurantes típicos de algumas regiões da França e outros países;
  • Guia Vermelho: indica restaurantes e hotéis que possuem estrelas da marca.

Esse último guia, por sua vez, fornece estrelas aos estabelecimentos com base em visitas anônimas que são realizadas em períodos específicos do ano e visam avaliar pontos como qualidade do atendimento e dos pratos servidos, se tratando de restaurantes. Cada casa pode obter no máximo 3 estrelas Michelin, sendo que chefs e proprietários costumam perder noites de sono se esforçando para conseguir a primeira, mas será que realmente vale a pena?

Descubra se seu restaurante precisa de uma estrela Michelin

Para compreender ainda mais o que é a estrela Michelin e o que ela representa, é preciso saber ainda que:

  • Restaurantes com uma estrela são considerados bons dentro da categoria;
  • Restaurantes com duas estrelas são considerados excelentes;
  • Restaurantes com três estrelas são considerados excepcionais.

Logo, não é de se admirar que existam pessoas que buscam se alimentar somente em estabelecimentos estrelados, afinal possuem a certeza de que irão encontrar qualidade em todos os detalhes. Do ponto de vista do negócio em si, saber o que é uma estrela Michelin e receber uma significa atingir um novo patamar de excelência, e é aí que muitas vezes o sonho pode virar um pesadelo.

Ser chef ou proprietário de um restaurante estrelado é sinônimo de ter que manter a perfeição em todos os detalhes literalmente o tempo todo, seja no prato serviço, na louça utilizada ou na decoração, o que sem dúvidas é trabalhoso. Muitas casas nem sempre consideradas requintadas, por outro lado, passam a receber um público mais exigente quando ganham uma estrela, forçando os responsáveis a até mesmo mudarem seus conceitos iniciais para atender bem os novos clientes.

Se vendo desgastados pelo esforço em “manter a aparência” ou tendo que mudar as características do negócio, uma vez que o público muitas vezes acredita no conceito de que um restaurante com estrela Michelin é requintado, cada vez mais chefs e proprietários estão abrindo mão do prêmio, buscando focar na simplicidade do trabalho e na fidelidade ao conceito planejado.

Por isso, tão importante quanto saber o que é a estrela Michelin e sua importância, é refletir com cuidado sobre o que você de fato quer para o seu negócio, afinal tanto restaurantes estrelados quanto os que não constam no guia possuem chances de sucesso e crescimento.