Voltar

Jantar às cegas: uma opção para o seu restaurante

Você tem um restaurante e está sempre em busca de como torná-lo mais atrativo para os seus clientes, além de destacá-lo da concorrência? Se sim, já sabe o quanto é importante conhecer tudo sobre esse universo, certo? E é justamente nessa gama de informações que entra o jantar às cegas, que já existe há alguns anos, mas ainda não é do conhecimento de muitos empreendedores ligados à alimentação fora do lar.

Se você também não sabe do que se trata e tudo que essa ideia pode fazer pelo seu negócio, continue a leitura até o final.

O que vem a ser um jantar às cegas?

Não há muito o que ser explicado, pois o termo “jantar às cegas” já traduz literalmente a proposta: trata-se de uma refeição (noturna) na qual os clientes comem sem utilizar a visão.

Estanho?

Inusitado?

Criativo?

Muitas pessoas jamais aceitariam participar de algo assim, enquanto outras, tendo participado ou não da experiência, garantem que com certeza vale a pena, não sendo à toa que desde 1999 a ideia tem feito sucesso mundo a fora.

O primeiro jantar às cegas foi realizado no ano acima citado em Zurique, e desde então ganhou fama em outros pontos do globo, como Pequim, Paris, Nova York e São Paulo.

Como um jantar às cegas pode beneficiar seu restaurante

É uma experiência exclusiva e inesquecível para quem participa, pois dificilmente são atendidos grandes grupos. Logo, a adesão ao jantar às cegas automaticamente gera diferenciação em seu restaurante, gerando curiosidade e, com isso, atraindo mais clientes.

Até a data de criação desse post não havia indícios de nenhum restaurante atuando 100% dessa maneira, mais sim de muitos que separam dias específicos do mês para oferecer esse tipo de jantar, e essa é uma ótima maneira de você começar.

Aliás, algumas dicas nesse sentido são:

FAÇA UMA PESQUISA DE INTERESSE

Seja nas redes sociais ou mesmo com seus clientes do dia a dia, aplique uma pesquisa para saber o nível de aceitação que esse tipo de evento teria.

Para que as respostas sejam as mais transparentes possíveis, ofereça junto à pesquisa algumas informações a respeito de um jantar à cegas, como o cardápio ser revelado somente no final e a refeição ser feita após todos estarem com os olhos vendados.

PREPARE SUA EQUIPE E SEU ESTABELECIMENTO

As respostas foram positivas?

Então comece a preparar sua equipe e seu estabelecimento para o jantar, definindo o cardápio, se haverá ou não uma temática... Há restaurantes que contratam somente garçons cegos para o atendimento, enquanto outros mantêm o ambiente totalmente escuro, fornecendo óculos de visão noturna para os atendentes.

Mas nada impede que você mantenha sua equipe e as luzes acesas, apenas se lembre de que os clientes não podem enxergar o que irão comer e beber.

ANALISE O FEEDBACK RECEBIDO

Terminado o jantar às cegas, colha opiniões dos clientes a respeito da experiência, analisando se de fato valeu a pena para todos e se vale a pena fazer um novo investimento.

Aliás, tente ir além: use esses depoimentos como forma de atrair novos clientes com uma campanha criativa, deixando seu restaurante ainda mais conhecido.

Você verá que um jantar às cegas pode alavancar seu negócio, ao mesmo tempo em que oferece às pessoas a possibilidade de uma experiência única, na qual os demais sentidos são explorados.

Faça o teste e depois nos conte o resultado 😉