Voltar

Culinária artesanal: o que você precisa saber a respeito

Se formos pensar a respeito, notaremos que o sucesso dos programas culinários na TV se deve, em partes, pelo encanto que o preparo dos pratos e a forma de trabalho dos cozinheiros provocam em quem está assistindo, e isso tem muito a ver com uma grande tendência que vem ganhando cada vez mais força: a culinária artesanal. Ela diz respeito justamente a isso: o preparo diversificado, que é acompanhado de todo o amor e empenho de quem cozinha.

Quer saber mais a respeito e, quem sabe, aplicar essa forma de trabalho em seu estabelecimento? Então continue a leitura abaixo.

O que é a culinária artesanal?

Esse termo claramente remete aos trabalhos artesanais, feitos à mão com amor, dedicação e todo o esforço visando à satisfação e a melhor experiência possível do consumidor final, e não está errado: a culinária artesanal também é isso.

Ela sempre existiu, dentro de nossas próprias casas, mas acabou perdendo espaço, mesmo fora dela, por conta da correria do dia a dia e da praticidade em pedir algo pronto para comer, ou comprar congelados nos supermercados. Nos restaurantes, a padronização adotada para atender quem não raramente está com pressa também veio a diminuir a qualidade do prato final, por mais bem apresentado que ele possa ser.

Vendo as consequências dessas questões na rotina moderna, cada vez mais pessoas estão trazendo de volta a culinária artesanal, como forma de celebrar o preparo de uma boa refeição em todas as suas etapas, dando muito mais valor ao ato de comer.

Quem gosta de cozinhar com ingredientes frescos, sem pressa, e deixando que cada elemento adquira tempero ao seu tempo está automaticamente praticando esse tipo de culinária, mas você se engana se acredita que ela está presente em todos os restaurantes.

A culinária artesanal no seu estabelecimento

Todo restaurante, bar e qualquer outro estabelecimento que leve a sério sua cozinha possui um chef e ou uma equipe que prepara os pratos com ingredientes frescos, muitas vezes até mesmo orgânicos e de forma sustentável, mas somente colocar a mão na massa, literalmente, não faz dele um local no qual é servida a culinária artesanal.

Afinal, como mencionamos acima, ela vai muito além.

Para ficar ainda mais fácil de entender esse processo, é simples: sabe a famosa comida com sabor de casa de vó? É isso que você deve buscar caso queira que seu cardápio ganhe o status de artesanal. E não importa se levará mais tempo para cada prato ser preparado, ou se a apresentação não poderá ser trabalhada como você gostaria.

Clientes que buscam se alimentar através da culinária artesanal não se preocupam com esses pontos, mas sim com o sabor entregue e até mesmo com a história por trás do preparo. Por exemplo: imagine servir como entrada um pão que nem sempre está disponível por que leva dois dias para ficar pronto por ser feito artesanalmente e com todo o carinho por sua equipe.

Agora imagine contar isso para cada pessoa sentada em suas mesas: isso geraria uma sensação de exclusividade única além, é claro, de provar o quanto o preparo é levado a sério por vocês.

Experimente inserir a culinária artesanal aos poucos e certamente não irá se arrepender. Conforme for se tornando necessário alterar os itens em seu cardápio, entre em contato para que possamos te ajudar.