Voltar

Cardápio de lanchonete: como montar com 7 dicas para aumentar seus lucros

É fato que o cotidiano de boa parte dos brasileiros tem sido cada vez mais atribulado, somando-se muitas vezes à distância de casa para o trabalho ou a falta de tempo. Nesse contexto, os cardápios de lanchonete com suas opções de comida rápida têm sido ótimas opções para atender às necessidades alimentares imediatas dessa população. Então confira nossas dicas sobre como montar um cardápio de lanches, salgados e outros tipos de comida desse tipo de estabelecimento e aumente seus lucros!

O que colocar em um cardápio de lanchonete?

Uma lanchonete é costuma ser caracterizada por refeições simples e rápidas, como lanches, salgados e bebidas industrializadas. Dito isso, é comum que os cardápios possuam:

Lanches quentes e naturais: sanduíches, hambúrgueres, baguetes, entre outros.
Salgados: coxinha, rissole, esfihas, pão de queijo, tortas, pasteis, empadas, hot dog, etc.
Bebidas: cafés, chás, cappuccino, refrigerantes, água, sucos industrializados ou de fabricação própria.
Sobremesas doces e salgadas: bolos, tortas, sorvetes, pudim, frutas, balas, brigadeiros, entre outras opções.
Pratos comerciais: boa parte das lanchonetes também vendem pratos comerciais ou À La Carte, com elementos que fazem parte da culinária local.

Concorrência não é única base

Um erro comum que empresários costumam cometer ao definirem preços do cardápio é se basearem somente na concorrência. Ou pior: colocam o preço mais baixo na expectativa de atrair mais clientes – um erro crasso e que pode gerar grandes prejuízos no futuro, já que o valor pode não gerar lucro e sequer cobrir os custos de operação. Ainda que o ramo seja o mesmo, cada lanchonete tem suas particularidades, como o porte, o preço do aluguel, a estrutura, gastos de funcionários, tipos de ingredientes e fornecedores, por exemplo. Mesmo que ambos os comércios fiquem no mesmo bairro ou rua, a frequência de público nos locais pode ser diferente. Saiba mais sobre como cobrar o preço certo pelos seus pratos clicando aqui.

Cardápio alinhado com o perfil do cliente

Variedade costuma ser uma das principais características das lanchonetes, mas não se esqueça de que, na hora de montar um cardápio de lanchonete, é essencial levar em consideração o perfil do seu estabelecimento, a renda média dos clientes que frequentam o comércio local, a faixa etária e outros dados demográficos.

Uma clientela com maior poder aquisitivo pode estar mais aberta a opções premium, como sobremesas especiais e cafés gourmet. Já em locais com muito fluxo de pessoas, como próximo a terminais de ônibus e estações de trem e metrô, talvez não seja uma boa ideia investir em muitos produtos sofisticados ou cujo preparo demore mais tempo.

Observe o perfil do seu público e o que os motiva a consumir cada item do seu estabelecimento. Sabendo quais são as reais necessidades do seu cliente, ficará muito mais fácil montar e atualizar o seu cardápio de acordo com a demanda.

Seduza pela descrição

Pelo menos na maior parte das regiões brasileiras, as lanchonetes vendem produtos conhecidos do grande público, mas isso não é motivo para que as descrições dos itens do seu cardápio sejam mais do mesmo.

Uma coisa é você descrever ingredientes de um prato conhecido, como um X-salada, por exemplo; outra é, nessa mesma descrição, incluir adjetivos como “saboroso”, “delicioso”, “artesanal” (se for o caso), entre outros qualificadores que provoquem a fome do cliente. Se a lanchonete trabalha com marcas famosas de frios, por exemplo, essa informação pode ser incluída no menu.

Na hora de oferecer os seus produtos, seja vendedor e mostre que quem escolheu o seu local para se alimentar vai encontrar o que há de melhor, certificando-se, é claro, que o que é servido esteja de acordo com o que é vendido no menu.

Modelos de cardápio de lanchonete

Os modelos em couro sintético com divisórias em plástico rígido costumam marcar presença nesses locais. Além da durabilidade ser maior, essas divisórias permitem uma atualização mais eficiente do cardápio, já que podem ser feitos por página. Veja abaixo um exemplo de um dos cardápios para lanchonete da I9 Menu.

É comum o uso do cardápio de folha única especialmente para bebidas. A praticidade desse modelo envolve principalmente pela comodidade em ter todos os itens em um só lugar, mas é importante que as categorias estejam visualmente bem claras e harmoniosamente divididas, para que o consumidor possa navegar pelos itens sabendo exatamente onde está. Veja, por exemplo, um dos modelos da I9 Menu e veja como é possível facilmente passear os olhos por ele:

Veja outros modelos em nossa página de cardápios para lanchonete.

Faça o cruzamento de insumos

Um ingrediente essencial para ajudar a manter a saúde do seu negócio é o cruzamento de insumos, que é a utilização otimizada de elementos do cardápio na criação de diversas opções interessantes – uma forma de turbinar o seu cardápio e os lucros evitando gastos desnecessários com novos ingredientes.

De acordo com o chef de cozinha e consultor em restaurantes Maurício Tocci, os gastos com insumos devem compor até 25% do preço total do item. Já outros 50% devem cobrir as despesas fixas e variáveis, entre outras taxas, enquanto os 25% restante são o valor que entra como lucro. No caso de lanchonetes, é comum o uso de ingredientes como presunto, queijo, pão francês (também conhecido em outras partes do Brasil como “cacetinho”, “pão careca”, “filão” etc.), azeitonas, maionese, frango, laranja, entre outros, que podem gerar diversas combinações de lanches e bebidas – no caso das frutas. Aqui deve entrar a sua percepção de como buscar se diferenciar da concorrência.

Atualize o seu cardápio

Para continuar mantendo uma prática de preços justa tanto para o caixa da lanchonete quanto para o cliente, é essencial atualizar o cardápio, tendo como base a Ficha Técnica (documento com todas as informações dos itens) e a Engenharia de Cardápio. Ainda que muitos empresários sintam receio pelo custo que essa tarefa pode gerar, este é um procedimento mais barato do que se imagina.

Ao fazer seu cardápio pela I9 Menu, líder nacional em cardápios, você já recebe um conteúdo estruturado e que possibilita a atualização em uma página, sem a necessidade de reimprimir um cardápio inteiro. Você só paga a página que vai imprimir. Isso é planejamento com quem entende de cardápios! Consulte nossos especialistas e saiba mais!

Além de um cardápio bem planejado, você também precisa divulgar o seu negócio por meio de uma poderosa ferramenta dos dias atuais: as mídias sociais. Assista nossa entrevista exclusiva com a especialista em Mídias Sociais Carolina Terra e saiba mais. Boas vendas!